Dia Falso

Hoje estou sorridente,
e tratando todos bem.
Hoje estou sendo falso,
como nunca fui com ninguém.
 
Hoje eu me sinto só,
no meio desta imensa multidão.
Prendo-me dentro desta lacuna de sangue,
chamada coração.
 
(…)
 
Meu sorriso mais confortante,
me estraga cada vez mais,
e sinto que não quero fazer nada,
afinal este é o castigo pelo erro cometido,
por não esperar o tempo certo para ser concebido.
 
Agora me odeio um pouco mais,
me destruo um pouco mais,
sorrio um pouco mais,
neste “lindo” dia,
falso demais.

 

Jonathan Cunha
© Todos os direitos reservados