Site de Poesias

Menu

Entardecer

[Ilustração não carregada]

 
Assisto ao entardecer
da janela da varanda.
Vejo o sol desaparecer.
No céu, uma nuvem anda.
 
No alpendre, nossa alamanda,
Enroscada, quer viver.
Assisto ao entardecer
Da janela da varanda.
 
Longe... ouço o sino tanger...
Perto... aroma de lavanda...
O lusco-fusco sorver
Tanta beleza demanda.
Assisto ao entardecer...
 

Imagem: Google

Respeite os direitos autorais.

Compartilhar
Mardilê Friedrich Fabre
02/04/2011