Quero-lhe

Eu te quero em segredo
Tão pouco sabes
Se sabes, engana-me bem
E eu vivo um tormento.
Ah, quão bom seria desfrutar da tua magnitude
Esbanjar-me desse desejo contido
E não seria necessário mais que uma noite
ou um dia
Apenas que permitisse que eu infiltrasse lábios adentro
E descobrisse cada sensação que poderia me propor
Seriam momentos ternos e quentes
Gostosos como a primeira vez
Doloridos como a última.