Site de Poesias

Menu

Como podemos...?

Nós nos auto-flagelamos por causa de outras pessoas,
Pessoas que muitas vezes não ligam para nós,
Esquecem-se de como nós os amamos e que faríamos tudo por eles.
Tudo por causa de outras pessoas,
Pessoas que não os amam,
Pessoas que não fariam nada por eles,
Mas mesmo assim,
Eles não enxergam ou não querem enxergar que essas pessoas são do tipo erradas.
 
E o pior,
Após um tempo desistimos,
Pois eles nos magoam e nos fazem derramar lágrimas de sangue,
Fazem-nos entregar o coração em uma luta que não vamos vencer,
Fazem-nos enforcar o nosso coração e nos afundar.
 
Por mais que tentamos ajudá-los,
Eles não aceitam,
Pensam que têm tudo,
Embora não tenham nada,
Por que nós somos o que era de bom na vida deles,
O resto é o que agora os cegam e o que os fazem se distanciar de nós,
Que sempre os ouvimos e que sempre iremos ouvir.
 
Não importa quantos conselhos damos,
A vida os mudou completamente e eles não podem enxergar a verdade.
 
Claro que a verdade é melhor do que a mentira,
Mas ela dói e temos que aceitá-la.
A mentira, no entanto é melhor,
Menos dolorosa,
Mas ao mesmo tempo ruim,
Pois enganamos a nós mesmos.
 
Então, se todos os artifícios já se foram,
Como podemos fazê-los entender e aceitar a verdade?
Como podemos fazê-los entender que os amamos?
Como podemos fazê-los entender o quanto eles nos magoam?
Como podemos fazê-los entender que essas pessoas não o amam?
 
Como podemos fazê-los voltar até nós?

Compartilhar
Graziella C. Aoki de Abreu
27/03/2011