É a idade

É a idade

É tempo de saudade
na memória da idade.
É a realidade.
Vai a futilidade,
extingue-se a vaidade.
Embora desagrade,
vem a fragilidade
e a impossibilidade.
Com generosidade,
até ingenuidade
e luminosidade,
o coração invade
antes que a alma brade.

 

Imagem: Google

Respeite os direitos autorais