Site de Poesias

Menu

Tum tum

Faz tanto tempo que não me arrisco
Onde está o meu sorriso?
Entre papéis e lápis eu brinco
Desenho casas com flores e sol
Faço das lágrimas um arrebol
Mas onde estão as cores?
Se perderam, talvez nos dissabores?

Quero que meu coração bata forte
E se ele tiver a sorte

De encontrar algum,
Que sem fim por ele faça “tum tum”

Compartilhar
Jaque Barbate
18/02/2011