Site de Poesias

Menu

Contrastes mutáveis

[Ilustração não carregada]

Amanheceu...

Abri as janelas da casa

O dia estava frio e cinzento

O sol, pelas nuvens, escondido

Pássaros tristes, nos fios, encolhidos

O mar, em ressaca, enfurecido. 

 

Amanheceu...

Abri as minhas janelas

O dia estava quente e claro

Havia um imenso sol

Que inundava de energia aqui dentro

Pássaros alegres, cantando

Flores desabrochando

O mar, docemente, a areia beijando.

 

Pensei na tristeza lá de fora

E na alegria daqui de dentro

Contrastes mutáveis!

Situação muitas vezes invertida...

Mas agora era preciso apenas aproveitar

Os bons momentos oferecidos pela vida!...

Compartilhar

Na varanda, logo cedo, observando o tempo: externamente, impróprio para praia e internamente, próprio para ser feliz... Cabo Frio, novembro de 2010

Mena Moreira
06/02/2011