Site de Poesias

Menu

Volte minha amada, volte!

[Ilustração não carregada]

Quando você estava perto de mim
eu sentia que a primavera irradiava a
minha alma, com toda sua beleza,
com todos os seus perfumes e com
todas as suas matizes. Mas, quando
você se foi, minha alma entristeceu. A
própria noite pareceu perder todos seus
encantos a solidão me faz triste e me traz
a saudade como infortúnia companheira.
Como é triste sentir saudades de você...
Como é dolorido desejar inutilmente sua
companhia em meus braços neste dias frios.
Estou só, desde que você partiu.
Procurei esquecê-la, andei noite a fora
em busca de ilusões, procurei outros braços,
outros amores, outros lábios para beijar, outros
carinhos que me envolvessem na caricia de um
calor que fizesse meu sangue ferver nas veias...
tudo foi inútil. Eu a vejo em toda a parte: dentro
das sombras da noite, na luz do luar e no reflexo
das estrelas...e , por mais eu procure esquecê-la,
não posso, meu amor! Você esta cada vez mais
dentro do meu coração. Volte amor! Volte pra mim.
 
Num fatídico dia de inverno...
No meu quarto, 1969.

Compartilhar

Obrigado pelo carinho da visita ao sair deixe um comentário ou uma simples critica.

Jose Aparecido Botacini
01/02/2011

  • 3 comentários
  • 327 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados