Por sorte

Num dia comum
Vi você
E percebi o que é o amor.
Jamais pensei
que  poderia  eu entendê-lo.
 
Você chegou!
Alvoreceu
Criou-se
Resplandeceu.
 
Por mais que eu fale
Escreva
Cante...
Nada
Eu disse nada
Consegue expressar
Exatamente o que você é.
Talvez só o meu olhar
Veja!
A luz que emana dele
Quando você entra em meu campo...
Cada passo
Cada gesto
Cada palavra
Que nem escuto
Bobo de encantamento
 
Ah! E o sorriso
O sol que me ilumina
Me aquece.
 
Se eu pudesse
Se as contas já estivessem pagas...
Eu ficaria
Aqui
A te contemplar
Aprendendo cada vez mais
O que é o amor
Tão desconhecido para muitos
E eu, por sorte
O encontrei
Aqui
Na
Minha frente.

Sil de Jesus
© Todos os direitos reservados