Site de Poesias

Menu

Adeus!


Não quisestes o meu amor
Me deixastes na solidão
Agora, faças-me o favor
Outra já me estendeu a mão

Ela ama-me com ardor
Dá-me carinho e paixão
Vivo feliz com seu calor
Não quero mais ingratidão

Segue tua vida perdida
Vai como alma penada
Sofri por demais querida
Por ti já não sinto nada
Já curei esta ferida
Encontrei a minha amada

 

 

Compartilhar
Uriel da Mata
21/01/2011

  • 4 comentários
  • 1021 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados