Site de Poesias

Menu

Despertar de um Anjo

Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal algum, porque tu estás comigo...
De que me adianta ter asas se não posso sentir o vento no meu rosto?
E o anjo se faz homem alegra-se nas tristezas, realiza-se em suas frustrações,
na violência que permeia o mundo apenas para ser amado...
 
O seu amor foi eterno por um dia
mas para sempre imortal
dada a intensidade com que existiu.
Ao vê-la partir, sem poder impedir
restou apenas a certeza...
 
Que eu prefiro tê-la tocado uma vez
ter sentido seu cabelo uma vez
tê-la beijado uma vez
...do que uma eternidade sem isso....
 
"Ao final dos tempos aparecerá Miguel, o grande Príncipe que defende os filhos do povo de Deus. 
E então os mortos ressuscitarão. Os que fizeram o bem, para a Vida Eterna, e os que fizeram o mal, para o horror eterno"...

Compartilhar
Guikassio
17/01/2011