Site de Poesias

Menu

AS SETE PALAVRAS DE JUDAS

 
 
 
AS SETE PALAVRAS DE JUDAS
 
O que agora descrevo
Meu amigo, meu irmão
Se quiseres entender
Leia com muita atenção
As sete palavras de Judas
O homem da traição
 
Judas era um dos doze
Dos discípulos de Jesus
 Porém não vigiando
Abandonou sua cruz
Permitiu que o satanás
Apagasse sua luz
 
Jesus estava em Betânia
Na casa de Simão jantando
De repente uma mulher
Veio se aproximando
Com um vaso de ungüento
Nos seus pés foi derramando
E enxugando com os cabelos
Todos ficaram olhando
 
Pra que esse desperdício?
Disse Judas com clareza
Esta palavra de Judas,
Foi palavra de avareza
 
Disse mais ele ainda
Porque não se vendeu
Por trezentos dinheiros o ungüento
E aos pobres  não se deu?
 
Mas Jesus repreendeu-o
Tirando-lhe a ousadia
Pois esta palavra de Judas
Foi palavra de hipocrisia
 
No dia da Santa Ceia
Jesus assentou-se à mesa
Com ele os seus discípulos
E disse Jesus com certeza:
 
Em verdade eu vos digo
Um de vós me trairá
Os discípulos se entristeceram
Pensando, mas quem será?
 
Disse Judas a Jesus
Demonstrando pessimismo
Porventura sou eu? Mestre?
Mergulhado em conformismo
Esta palavra de Judas
Foi palavra de cinismo
 
Numa certa ocasião
Judas foi se encontrar
Com os príncipes dos sacerdotes
Pra com eles combinar
Como deveria agir
Para Jesus entregar
 
Disse Judas para eles
Com cinismo e arrogância
Que me quereis dar eu o entregarei
Disse ele nessa instância
Esta palavra que ele disse
Foi palavra de ganância
 
E tendo combinado tudo
Disse ele sem hesitar
Vou lhe dar logo um sinal
Aquele que eu beijar
Esse é, podem levá-lo
E não deixem escapar
 
Esta é a palavra de infâmia
Que Iscariotes proferiu
Mas foi na sexta palavra
Que tudo ele cumpriu
 
E saindo ele dali
Até a Jesus chegou
Disse: - eu te saúdo Mestre
E sua face beijou
Então prenderam Jesus
Porque Judas o entregou
 
Esta palavra de Judas
Foi palavra de traição
Traindo o amado Mestre
Sem dó e sem compaixão
Porém foi triste o seu fim
E não teve salvação
 
Depois que Jesus foi preso
E também já condenado
Judas se arrependeu
Do que havia praticado
Traindo o seu próprio Mestre
Ficou muito apavorado
 
Então muito arrependido
Com os príncipes foi ter
Trazendo as trinta moedas
Para a eles devolver
Mas eles não aceitaram
Não quiseram nem saber
 
Disse ele: Eu pequei
Traindo sangue inocente
Disseram eles: Que nos importa?
Isso é contigo somente
 
Esta foi a última palavra
Que Judas pode falar
Palavra de desespero
Depois foi só se calar
Saindo apressadamente
Para a forca se enforcar
 
 

Compartilhar
Jocafi2002
14/12/2010