Mont Serrat

Mont Serrat

Da janela do Mosteirinho vejo o sol poente,
Minh'alma viajante, saudosa e boêmia
Fixa o velho farol da ponta de Humaitá...
Da sela fria, nenhum vestígio de ontem,
Somente a noite, seu vago silêncio
O toque do agogô na melodia castiça
Frisa o mar, em sua frequência ritmica.
O som do sino agudo anuncia
Nas pedras da calçada,
A longa madrugada clamando
Catarina*, Catarina do Brasil...
Princesa batizada em Saint-Malo,
Tua geração com Caramuru,fez-te
Mãe de uma nação, hoje repousando
Na Graça, seu nobre cocar Tupinambá.
Estou longe, galopando meu tempo
Trocando de passo, na viagem sem volta,
Como ondas devolvendo tua ausência,
Roliços pensamentos,
Em sua própria morada...

 

* Catarina Paraguaçu -

 

Catarina Álvares Paraguaçu foi uma índia Tupinambá nativa da região onde hoje é o estado da Bahia. Segundo a certidão do batismo, realizado em junho de 1528, em Saint-Malo, na França, e encontrada no Canadá, seu nome verdadeiro seria "Guaibimpará" e, não, "Paraguaçu" (nome que significa "mar grande"), como escreve o Frei José de Santa Rita Durão em seu poema Caramuru.

Teria sido oferecida por seu pai, o cacique, como esposa ao náufrago português Diogo Álvares Correia, o Caramuru, que gozava de grande proeminência entre os Tupinambás da Bahia. Adotou o nome cristão de Catarina do Brasil. É considerada a mãe biológica de boa parte da nação brasileira. Faleceu em idade avançada por volta de 1586 e elaborou testamento existente até hoje no qual deixa seus bens para os monges beneditinos. Seus restos mortais repousam na Igreja da Graça, em Salvador.

Uma imagem de Catarina Paraguaçu se encontra aos pés do Caboclo dois de julho, monumento localizado na praça do Campo Grande no Centro de Salvador. Segundo a lenda, Catarina teria tido sonhos frequentes com náufragos, sofrendo com fome e frio, entre eles, uma mulher com uma criança nos braços. Confiando no caráter místico dos sonhos da esposa, Caramuru teria mandado que procurassem pela orla, até que foram encontrados vários naufragos, mas entre eles não havia nenhuma mulher. Catarina sonhou novamente com a mesma mulher e ela teria lhe pedido que construissem uma casa para ela na sua aldeia. Em pouco tempo foi encontrada uma imagem da virgem Maria com o menino Jesus nos braços, que esta localizada no Altar na igreja da Graça.

Catarina e Diogo Caramuru formaram a primeira família cristã do Brasil.Alem disso,eles formaram a primeira familia documentada do Brasil