Mundanas

Mundanas

SE HOJE EU PASSEI POR TI
E NÃO TE VI,
PERDOE!
 
É QUE MEUS DIAS NÃO FINDAM
E, LOUCOS,
GOLPEIAM
MEUS
SANTOS VALORES.
 
MONTES DE VOZES
ME DITAM
URGÊNCIAS
MUNDANAS,
QUE SANO
SEM MESMO MEDIR
O QUE FIZ.
 
MONTES DE OLHOS
VIGIAM
TREJEITOS
ESQUIVOS
QUE DEIXEM FLAGRANTE
O MEU DESENGANO
ATROZ.
 
MONTES DE VEZES
PRAGUEJO
O DESTINO
SEM MEDO
DE UM BOTE
QUE VÁ ME PUNIR
COM RIGOR.
 
TODAS AS VEZES
RECUO
EM PRÓ DOS
AMADOS,
QUE COLHEM COMIGO
TORMENTOS E GLÓRIAS
CHINFRINS.
 
SE HOJE EU PASSEI POR TI
E NÃO TE VI,
SOCORRA!
 
COMO OS HERÓIS OBSCUROS,
AINDA
RESISTO,
MAS
CREIO QUE MORRA. 
 


Francisco Abel Mendes d`Almeida, em 2010.

Cantou pra mim...

"...Gerreiros são pessoas, são fortes, são frágeis. Gerreiros são meninos no fundo do peito. Precisam de um descanso, precisam de um remanso, precisam de um sonho que os tornem refeitos..." (Luiz Gonzaga Jr.)

http://www.facebook.com/h...
http://www.linkedin.com/p...
http://www.bardotvinhosea...

Na foto, Ayrton e Abel.

Rio de Janeiro