Site de Poesias

Menu

O SOFRER & A ARTE

não fosse a dor
pungente aguda
muda, existencial

os artistas
eternos tímidos
sofridos travestidos

em vestes fugazes
alegorias
de efêmeras alegrias

não esculpiriam
em suas artes
devaneios, reflexões

enaltecendo a vida
floreando em cores
painéis descoloridos

dos enganos e ilusões
menestréis da esperança
nas andanças das jornadas

branda leviana fosse
a angústia
emudeceria tanta luz...

Compartilhar
EDILOY A C FERRARO
28/10/2010