Site de Poesias

Menu

Não me olhes assim

[Ilustração não carregada]

Pela estrada da primavera,
Caminho exalando jasmim.
Salpico vestígios de mim.
 
Fecha a janela da quimera
Para não me veres partir.
Serei delicada ao sair.
 
As flores dançam no jardim.
Vacilo. Não me olhes assim.
 
Fecharei de leve o portão,
Corroída pela paixão.
 

 
Respeite os direitos autorais.
 
Imagem: Google

 

Compartilhar

23/10/2010