Uivos de um Lobo

Uivos de um Lobo

Teus uivos na noite escura

Arrepiando os cabelos da nuca

Teus gritos surdos

Entrelaçando na nevoa que nos cerca.

 

Ressuscitando a lua

Trazendo de volta a magia

Que não existe de dia

 

Sacudindo o silencio

Seus gritos de dor

Clamando por teu amor

 

A noite roçando teus cabelos negros

Com a delicadeza de tuas palavras

Se afogando em desejos

 

E renascendo toda aspereza

em meio a escuridão

Tua sina é a Solidão!!

 

Enganas-te,ó noite malvada

Pois tua amada

já ouviu as minhas palavras

e se afoga nas chamas

da Noite Nublada

As vezes nós nos parecemos muito comos lobos ...
Os outros nos conhecem pelas nossas sinas, pelo o que queremos e desejamos ...
Os lobos uivam seus amores , e assim , se identificam ...
Júlia Coelho
© Todos os direitos reservados