Site de Poesias

Menu

Brilho Azul

[Ilustração não carregada]

Quero consagrar nosso amor numa tenda montada:
Na mesa posta, vinho, pão e vida,
Ábaco farto, sob o brilho azul do meio-dia.
De teus lábios poucas palavras,
Duas taças a tilintar promessas,olhos marejados
Levantando ondas...
Nosso amor ao céu em vôo,
Faz flutuar por entre nuvens brancas,
Toda plumagem casta,
Sonhos e dores da inebriante jornada vivida .
Com o pingar dessa paixão condensada
Água e terra foram assim abençoadas,
Correu úmida toda fonte endereçada,
Desejos perdidos e que ora
À sombra desse aconchego, na turquesa luz edificada,
Nem alegrias ou feridas, somente beijos,
Sentimento antigo e sereno,
Abrigo da paixão sublime
Que nossa história irá eternizar...

 

 

Compartilhar

16/09/2010