Site de Poesias

Menu

Comentários da Poesia "Meio segundo..."

de Carolina Salcides

Gostaria de deixar seu comentário?

Comentários

ATENÇÃO: Os comentários aqui registrados não representam a opinião da equipe do Site de Poesias, nem mesmo recebem o seu aval. A responsabilidade pelo conteúdo dos comentários é inteiramente do autor dos mesmos. Ao poeta é reservado o direito de remover os comentários de seus poemas, quando achar por bem fazê-lo.

De repente, Carolina Salcides foge às cadeias do tempo e constrói um momento eterno; condensando na pressa de um beijo todo o tempo do mundo. Você não vai levar meio segundo pra se apaixonar pelo poema...
Ederson Peka
10/08/2005


ai que me oferecese td dinheiro do mundo entroca do amor que cinto por vc,
eu o regeitaria o dinheiro não compra o csentimento verdadeiro..que nasceu no coração de Deus e foi colocado no nosso..
leirbag

12/05/2007

...fora do tempo, ká se solta no vento, na tempestade do sem fim de todo o tempo! ...lindo!
ZÉ DE SÃO JOSÉ

23/09/2005

Um delicioso poema. Fala do tempo curto cronologicamente mas suficiente para importantes e deliciosas decisões. Tem um desenvolver sedutor, que prende a nossa atenção, Parabéns
Pedro Paulo

07/09/2005

Olá Boboletinha linda....
eu não sei comentar poesias, porque nem sei escreve-las, mas digo que sei muito bem quando leio coisas boas, e já rasguei todas as sedas para vc.
Então vou apenas dizer que vc não precisa de muito para passar o recado, como em outras que ja escreveu, e esta, pequena menina, é linda, que DEUS continue a te iluminar a cada dia, para que seu amanhã seja de Glória e sucesso....

ainda bem que foi recomendada, eu tinha passado sem vê-la....
teresa

27/08/2005

que linda essa poesia
mas me fal voce que ja fezcadstro como faz o logim

beijos amanda
amanda

21/08/2005

Carolina minha prima querida quantas revelaçaões em meio segundo, hein? é isso aí de solta garota, deixa fluir...bjs da prima catarina!!!
karaina

19/08/2005

Em meio segundo muita coisa pode acontecer, mas apenas meio segundo ao lado de um grande amor, é como um piscar de olhos, é pouco tempo.
Mil Bjos
Nivaldo

16/08/2005

Menina borboleta... que lindo o que escreveu!!! Que porta essa, fora do tempo, libertando a alma das amarras... No tempo para além dessa porta aberta, meio segundo é o tempo de ser feliz! Lindo demais!!!
Beijos!
Célia Lima

14/08/2005

Carol linda expressa muito bem... os sentimentos tava com saudades,...
Parabéns pelo talento nato...
Alessandra Cezarine Araújo
Alessandra

14/08/2005

Parabéns!!
Linda sua poesia!!!
Abç
Angelo Sant´Ana C. Vieira - Voluntário Site de Poesias

12/08/2005

Voltar à poesia