Site de Poesias

Menu

Borracha

 
 
 
 
Um sangue branco
Em forma de leite
Verteu da seringueira
... e hoje de aparência negra
Eu o vejo nos pneus do meu carro!

Compartilhar
Pastor
02/08/2010

  • 3 comentários
  • 70 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados