A vida é vereda

A vida é vereda
Sem saída com vida,
Vida nela caminha e medra
Vinda de nascente
A caminho do poente
Sem aurora nascida!

A vida melhor sorte merecia,
mas se fosse eterna
de pôdre apodrecia!

Só a morte é eterna,
Onde cada morte mais vive
Do que enquanto viva vivia!
..............xxxxxxxxxx...............
Autor: Silvino Taveira Machado Figueiredo
(figas de saint pierre de lá-buraque)
Gondomar-Portugal
 

Silvino Taveira Machado Figueiredo
© Todos os direitos reservados