O amor passou

 
Seu silêncio expressou seus rancores...
Esqueceu seus sonhos, e revelou seus amores...
Levou a esperança; apagou o sorriso, e calou os versos,
Em cores.
Sem razão... Sem ilusão e paixão perdidas... Num meio,
Sentido morto... Pelo tempo esquecido.
Então falou de nós... Nós! Que passou... Que a indiferença,
Matou... Apagada e fria, morta pelo teu silêncio...

Hynes Margarida de Oliveira
© Todos os direitos reservados