Site de Poesias

Menu

GUARDIÃES

 No ar o cheiro das flores

No céu a luz do luar

O brilho das estrelas

 

Frente ao espelho

Cantarolam e sorriem

Os adolescentes

 

Além da porta

Nada de luar estrelas  flores

Anseiam as badalações

 

Liberdade sexo 

Bebidas e drogas

São muitas as tentações

 

Seus anjos não ficam em casa

Vão junto

 Em pensamento

 

São as Mães seres alados

Que só se rendem

Aos travesseiros

 

Quando na madrugada

Abrem as portas

Os aventureiros

 

E o cansaço...não deixa que vejam

O brilho do Sol

Que desponta no horizonte

 

Compartilhar
Maria Isabel Sartorio Santos
09/06/2010