Site de Poesias

Menu

Tarde angustiante...

[Ilustração não carregada]

Funestos desafios,

Impróprias oportunidades,

De situações rebuscadas,

Oscilações complicadas.

 

Tarde angustiante...

 

Natureza em marasmo!

Calados estão seus primatas.

Já não piam suas gralhas,

Nem são audíveis as farfalhas.

 

Fungível tempo.

 

Inóspito tempo que avança,

Não contrarie ao pactício.

Assim não pode continuar

Pare de a Tarde angustiar.
 

Compartilhar

Obrigada por ler o meu trabalho.
Imagem do Google_Imagem.
Poesia escrita em São Paulo, 16 de setembro de 2009

Rosana Nobrega
03/06/2010