Site de Poesias

Menu

INFINITO...

[Ilustração não carregada]

 


Infinito...


Abro os braços no infinito

Fico perdida a te procurar

No emaranhado deste labirinto

Inútil, não irei te encontrar...


Abraço os versos que te faço

E fico escrevendo sem parar

No nada e vagueando no espaço

Esperando quem sabe te encontrar...


Silêncio por favor quero dormir

Sonhar, voar na imensidão

Num mar azul vou submergir

Afogando assim a solidão...


Silêncio por favor estou sonhando

Já consigo vislumbrar a outra vida

Estou vendo alguém me acenando

É você Pessoa tão querida...


Silêncio, por favor, não quero acordar..


?Carol Carolina

 

Compartilhar
Carol Carolina
03/06/2010

  • 3 comentários
  • 1264 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados