Site de Poesias

Menu

Eu?

Num canto escuro do meu ser
Eu encontrei alguém chorando:
Cada soluço do seu pranto
Fez o meu peito estremecer;

Quando olhei seus olhos, no entanto,
Vi que uma lágrima ao descer
Fez o seu rosto parecer
Com o meu rosto gargalhando!

Esse meu outro eu, oposto,
Era o contrário do meu rosto:
- Minha maior contradição.

Era uma infeliz alegria,
E se era noite ou se era dia
Eu já não tenho mais noção...

Compartilhar
Ederson Peka
31/05/2004