Site de Poesias

Menu

Destino

[Ilustração não carregada]


 
Roleta russa, 
Jogo de dados.
Gira o corpo,
Dança ocasional.
Acidental poesia,
Tortura mental.
Grave dilema.
Palavras indecifráveis.
Pedras atiradas,
Risco de vida.
Frágil peito desnudo.
Ameaça das paixões,
Mistérios do amor.
Agitação íntima.
Fuga das conclusões.
Indiferença às origens,
Medo  das mentiras.
Perdida bola terrestre.
O último gole,
O copo que transborda,
Bebedeira de cotidiano.
As peças do xadrez,
O  chute no tabuleiro.
Quebrando as regras,
Perdendo as rédeas.
Inúteis tentativas.
O correr as armas,
Paus e pedras.
Todos armados.
Corações martirizados,
Olhares de medo.
Ódio dementado.
Fúria dos loucos,
Choro insensível.
O jogo  por acabar.
Embates e confrontos.
Galos e esporas.
Lâmina na escuridão.
Ferimento e sangria.
Sal e aridez da boca.
Língua que fere,
Veneno dos hipócritas.
Anjo rebelde.
Prece desesperada,
A  dor que ensina.
Mares de lágrimas.
As passivas praias...
E o oceano tudo leva.
 

Compartilhar

Se desejar ouvir o áudio: http://recantodasletras.u...

Gilberto Brandão Marcon
01/06/2010