Site de Poesias

Menu

32ºDueto - VERSOS EM FORMAS - Bruno e Soraia

[Ilustração não carregada]

VERSOS EM FORMAS
 
Penso em uma fórmula para escrever algo.
Xy =yz  e diferentes opções para agradar você.
Nossa amizade é > que nossa distância.
De primeira instância mando-lhe esse dueto. 
Ciganita
 
São recebidas sem relutância essas fórmulas,
Mensagens nas entrelinhas, será que alguém vê?
Se não vêem sentem pelo menos a essência,
Que transporta o dueto ora longe, ora perto.
 
Caminhante
 
½ palavras não tem demanda nesses textos.
Um inteiro são os pensamentos que tenho agora.
Jogo-os ao vento sul e somo decisões vigentes.
Tiro a prova dos 9 pelo avesso, deixo-te meu endereço. 
Ciganita
 
Ah nosso poemas são naturais, os versos são primos,
Inteiros não formam corpos, mas nossos poemas sim,
Sem contas ou as divisões dos respectivos quocientes,
Mostro-te na poesia a alegria e por ti todo o meu apreço. 
Caminhante
 
Potência máxima de afinidades é o que nos atrai.
Calculo porcentagem sem limite! Não subtraio.
Defino esses versos como uma matemática vesga.
Nada mal para parceiros surreais e reais.
 
Ciganita
 
É nessa afinidade, nessa potência que a vontade recai,
Símbolos matemáticos que lembram a altura de catraio,
Lembram a capacidade que nem todos têm, a entrega,
Que pautou vários períodos da história nos seus anais. 
Caminhante
 
Elevo ao quadrado os meus, os seus versos.
Multiplico infinitamente as ideias que vem.
Diminuo tristezas rotineiras! Não as cabem aqui.
Espero sua resposta! Há uma química nas palavras.
 
Ciganita
 
Esses quadrados que multiplicam inúmeros regressos,
Decoram com harmonia a casa regrada pelo bem,
Diminuem as tristezas com subtilezas do teu pequi,
Licor que embebe as tuas palavras e a química delas.    
Caminhante
 
Enquanto aguardo, vou sonhando com Portugal.
Jogo garrafas com mensagens no mar revolto.
Simulo na matemática o produto das estrofes.
O resultado vem de tabelas! Vale à pena a espera.
 
Ciganita
  
Gosto que aguardes, gosto que sonhes com Portugal,
Essas garrafas transportam o aroma desse Brasil solto,
Desse pais sem igual, à muito debaixo de holofotes,
Importante para alcançar o futuro que à muito se espera.
 Caminhante
 

Compartilhar

Mais um , mais um, mais um... ai

Cigana
06/05/2010