Site de Poesias

Menu

Chance a si Mesma

[Ilustração não carregada]

Saí do nada, em meio ao nada,
somente para te dizer um oi,
de certo eu seja um ninguém,
e me perguntas porque te conhecer?
Daria a ti dezenas de motivos,
mas aqui não explicarei isso,
quero te conhecer e só,
somente para te perguntar "como vai?"
Então por favor desencana,
quero saber da sua semana e
se seus problemas diminuíram.

Não quero desviar-te do seu caminho,
continue ele rumo aos seus sonhos,
mas não se lastime por ti mesma,
essa tua fase gama ou sei lá o que,
pode passar ou não, depende de ti somente,
não espere o tempo assobiar dando
o final da partida sem ao menos você
ter-se arriscado ao jogo.

Sai dos arbusto onde se escondes,
saia para matar os leões na qual
se acostumou a degolar com o tempo.
Quem sabe dessa vez ao sair de
seu esconderijo os leões não serão tão grandes
quanto costumavam ser?

Ouse, arrisque-se, permita-se,
e se você sentir estar errada relaxe,
erros são a essência dos acertos, são
o caminho rumo ao sucesso ou não,
e se não for o sucesso "foda-se tudo",
vamos abrir uma cerveja e comemorar o hoje,
porque nós merecemos uma chance.

Compartilhar

Todos nós merecemos dar chance a nós mesmos ....

"Adilson Costa"
23/04/2010