Site de Poesias

Menu

Procura

"Passo os dias tentando encontrar
uma maneira de deixar de te amar.
Tentei te odiar,
achei que seria o caminho mais fácil,
mas até o ódio ama o amor.
Tentei me apaixonar,
conhecer outras pessoas,
mas cada palavra ou gesto destas
lembravam os teus,
que são tão presentes no meu dia-a-dia.
Tentei matar o meu coração,
mas ele não quis bater asas;
tentei mergulhar por completo em sonhos e ilusões,
mas este mar limita-se à realização destes,
e não permite afogamentos de desejos perdidos.
Tentei de tudo,
e tento até hoje,
mas parece que tem algo no ar que respiro
que lembra o teu perfume;
ou algum raio de sol
que lembra o teu sorriso;
ou o brilho intenso das estrelas,
que lembra o teu olhar.
Sinceramente,
não sei mais o que fazer!"

Compartilhar

O desespero de alguém que quer esquecer um amor sofrido.

Pâmela Eneida Costa dos Santos
28/06/2005