Site de Poesias

Menu

Vento.

 

Moro a beira da praia, um lugar lindo que desejo sempre te-lo comigo.

Todas as noites desço até a orla do mar somente para banhar meus pés e ver se me refresco um pouco deste insuportavel calor.

De repente um vento impetuoso se inicia, joga pra cima o meu sonho, e traz bem pra perto de mim a tua imagem.

Fecho os olhos pra o ver melhor, sinto o teu corpo bem proximo ao meu, o calor da tua boca me conduz ao lugar certo, a tua.

As tuas mãos, me afaga e o teu perfume me resgata de tudo aquilo que me prendia, o teu corpo esta mais perto do que eu imaginava, nao queria abrir os meus olhos, pois tinha medo de perder-te, nao queria falar nada, a nao ser abrir a minha boca para te beijar, nao fiz nenhum movimento brusco, a nao ser o de levantar as mãos para te tocar.

Não queria acordar daquele lindo sonho, a beira do mar , com um vento sobre o meu corpo e com você na minha frente.

O vento foi se cessando, e a tua imagem foi com ele, ao abrir os meus olhos so me restou as lágrimas de mais uma vez ficar na solidão sem você, agora o frio toma conta de minha alma e a tristeza invadiu o meu coração.

Te amo e pra sempre te amarei.

By, Renatto Gomez Pereyra...

P/: Yuri Peixoto.

Compartilhar
Renato Gomes Pereira.
11/02/2010