Anjo Sem Asas

Anjo Sem Asas

 
Como um raio de luz,
Um sol a iluminar-me o caminho.
Tua face revela-se doce e meiga.
Tua presença traz-me um novo alvorecer,
Um renascer de alma.
E ao banhar-me com a tua luz celestial,
Já sou plena de paz.
És pura, santificada,
Um anjo sem asas.
Acaso, não foste tu feita
A imagem glorificada de Deus?
És criança.
E a ti, neste momento,
Rendo-me fascinada,
Pois, és o anjo,
Que a mim amparas