Site de Poesias

Menu

“CÂNTICO DA SIMPLICIDADE”

 
A simplicidade está:
No vôo do beija-flor
Que desenha a poesia no ar;
 
No sorriso da criança
Que brinca no parque;
 
No perfume das flores viçosas
Que enfeitam o existir da humanidade;
 
No vôo sorriso perfumoso
Tatuado na imaginação do poeta!
Na cantilena da saudade
A riscar os corredores pétreos do Tempo!
 
O que é simplicidade?
Pode ser adejar tamborilar
Talvez o nervoso tamborilar
Da chuva no telhado...
Ou uma haste num vago sagrado
Sonoro símbolo na eterna pureza
 Metamorfosico cântico de amor!

 
Benedito C. G. Lima

Compartilhar
benedito c.g.lima
19/01/2010

  • 1 comentário
  • 571 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados