Site de Poesias

Menu

Soneto de Reconhecimento


O criador, ao projetar a eternidade,
Pôs em relevo tua índole generosa
E, ao tecer a tua aura radiosa,
Forjou em silêncio a minha felicidade.
 
Poder, pois, desfrutar da tua proximidade,
Sentindo o abrigo da alma generosa,
É das oportunidades a mais venturosa
Que torna a vida a maior das minhas vontades.
 
Mas se é natural não entender o amor
E não sentir as dádivas da criação,
Espero em ti mais um gesto remissor:
 
Estampa na moldura um riso-canção,
Extraído da fonte que me absorve a dor
E traduz a grandeza desse coração.

 


 

Compartilhar
Elias neri
12/01/2010

  • 3 comentários
  • 651 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados