Site de Poesias

Menu

Amor Sem Fim


Passará as estações por Mil Anos
Mas nossa Amor não se dissipará, é essência
Estará nos gomos da laranja
No canto dos pássaros
No assobio do vento como música
Na Lua, por seu Sol Venerado

Estará nas ondas do Mar, a beijar a praia
Estará nas nuvens sorrindo
Em gotas de chuva caindo
Nos raios de Sol queimando a pele da Sereia
Nos céus refletidos, em grãos de Areia

Nosso Amor é eterno, como estrelas celestes
Como caudas de cometas
Como na idade média a alegria das cornetas
Nossa Amizade é Alma é emoção
São milhões de arco íris rompendo a Vida
É uma corrida só com partida
O fim?
O símbolo do Infinito.
&&&&&&&&&&&&&&&&&&&

Compartilhar
Lauson Silveira
11/01/2010

  • 0 comentários
  • 34 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados