Site de Poesias

Menu

MERECE PERDÃO PELA BELEZA DA FLOR.

[Ilustração não carregada]

No alto do pedestal, imponente,
Confiante do seu poder de sedução,
Uma pessoa egoísta e prepotente,
Domina seu mundo cheio de ilusão.
 
Efêmera é a glória daquele que devaneia.
Alcançar às alturas é fácil, difícil é lá permanecer.
A luz da fama, aos olhos do tolo encandeia,
O orgulho do arrogante leva-o do pedestal descer.
 
A coroa do Rei, os louros do herói,
Não tem valor se não houver humildade.
Orgulho e vaidade, doenças que à alma corrói,
Tira do ser, toda essência e dignidade.
 
A amora é fruto da amoreira,
Da fraternidade o fruto é o amor.
Não lamentes se te fere o espinho da roseira,
Porque ela merece perdão pela beleza da flor.
 
 
 
 
 
 
 
 

Compartilhar

Nem todos estão preparados para o sucesso, porque a base do mesmo é a humildade. Há pessoas que não sabe administra-lo se deixando levar pela vaidade, pelo orgulho, torna-se um prepotente, anti-social e pisa os que estão abaixo de si. Galgar a escada da fama não é fácil, mas permanecer no topo é muito mais difícil e por isso é preciso estar vigilante para não cair nas armadilhas encontradas pelo caminho. Um momento em que vi algu

Ubirajara Fernandes
09/01/2010