Site de Poesias

Menu

F R A G M E N T O S

 

decomposto em partes
dissociadas diversas

de um todo atônito

vasculho e me procuro
vestígios do que sou
nas incertas certezas

e vou navegando
o barco à deriva
sem um porto à vista

e os dias se sucedem
na panacéia das esperanças
na trilha dos desafortunados

risos e justificativas
meios de ir levando
a nau nas correntezas

em desenhos toscos
de frações desarranjadas
insana sanidade oscilante

continuo nos trilhos
desajustados dos caminhos
vivendo trôpego, errante...

Compartilhar
EDILOY A C FERRARO
07/01/2010