A LENDA DA LAGOA

A LENDA DA LAGOA

 
 
A LENDA DA LAGOA
 
Vasto lençol de água doce
Pampa gaúcho, litoral norte
Minha paz, meu forte
A noite com o reflexo do luar
Caravanas saem a passear
Vão te observar
Surge ao longe, uma velha embarcação
Bate rápido um coração
Lagoa dos Barros, estórias de paixão
Passagem sutil, outros mundos
A dama branca, noiva das brumas, sai das águas
Coberta de véus, vaga pela areia
A cantar e olhar as estrelas
Lenda ou realidade, muitos já viram
Relembram que há uma cidade submersa
Navegadores não chegam ao seu centro
Redemoinhos constantes
Em época de estiagem
Avistam a torre de uma igreja
E seus sinos a badalarem
O vento apressado, costeia o morro
E desce veloz, uivando em direção as águas
Ondinas na madrugada, a flutuar
Lagoa dos magos e das fadas
Em suas águas profundas
A magia de uma lenda viva
Na brisa uma energia surreal
Contos de gerações passadas
Fatos que assombram e encantam
Lugar de silêncio e reflexão
Lagoa cheia de emoção
Encanto da natureza
Lagoa dos Barros, quanta riqueza!
 Imagem - foto da lagoa tranformada em pintura de aquarela


 

 

Bruma Lilás - Taís
© Todos os direitos reservados