Site de Poesias

Menu

Quando eu fecho meus olhos.

Me acorde, quando tudo acabar, como minha dor vem,em ondas, eu queria que ela se fosse

Ninguém entende,porquê mas quando eu olho pro céu aquele dia me vem de novo

Aquela chuva intensa, eu dormindo, me acordaram

meus parentes estavam lá, qual seria o motivo da visita?

De repente um deles me conta que havia acontecido uma tragédia

eu ja imagino coisas, ouço passos, fecho os olhos...

uma lágrima... estaria ela me avisando do fim?eu ja imaginava que sim

então uma doença arrancou de mim alguém. eu não queria voltar para meu sono

queria ficar, ele não resistiu, morreu de tanto lutar, de tanto viver...

Fui para baixo do céu que parecia desabar, assim como as lágrimas

um ano passa depressa, mas nem tanto assim, porque quando se perde alguém é sempre recente

meu maior motivo hoje é sorrir, mas quando fecho os olhos e o sorrido dele eu vejo, meu sorriso

se desfaz, assim sigo a vida, sorrindo e ao mesmo tempo chorando

procura nas palavras um conforto...

 

Ao meu pai.

Compartilhar
Juliana Rosa
04/12/2009