Site de Poesias

Menu

Ele, talvez, nunca mais...

Nunca mais vou querer Isso. Amor. Vou rasgar meu peito e jogá-lo longe de mim. Ele me tornou triste, ele me matou. Não sou mais o mesmo. Não o mesmo por dentro. E por causa Dele, nem quero ser mais o mesmo. O Amor esquartejou a minha alma.

Contudo, eu sei que, segundo, as escolhas que faço na minha vida, Ele vai sempre voltar, vai me fazer lembrar, acreditar, que Ele é necessário.

Será que preciso dele? Vou depender de quem falo para vê-Lo novamente? Vai depender de quem? Por que não dizer que Ele dói também? Por que não viver sem Amar por um minuto...

Compartilhar
Raphael Amaral
15/05/2005