Celebração

Celebração

 
Na glória de um simples olhar teu,
Por ti, unicamente por ti,
Celebro este meu estado
De total fragilidade.
E ergo o passado,
Na esperança de rever-te;    
De tocar-te;
De sentir-te!
De abraçar-te;
Como tanta outras vezes fizera.     
Quisera eu,
Que na manhã seguinte,
Quando do meu sono despertasse,
Vislumbrasse a luz do sol,
Brilhar nos olhos teus.
E a vida desabrochar em mim,
Mais uma vez.
 
        

Jaci Leal Santana
© Todos os direitos reservados