Site de Poesias

Menu

Perguntam

 
Perguntam-me porque estou sempre bem-disposto
Com este mundo com problemas sem parar
Como consigo estar sorridente
Se nada há para animar
..
E eu respondo que sou assim
Porque ainda sou um menino
Que estando no seu espaço
Continua a saber o segredo do fascínio
..
Olho-me no espelho e vejo um homem
Olho-me no coração e vejo uma criança
Olho para o mundo e vejo desilusão
Olho para a alma e vejo esperança
..
Os olhos brilham com uma alegria
De saber que muitos posso ajudar
Com a minha perspectiva sempre directa
E com a sinceridade que em mim sempre se pode encontrar
..
Já me chamaram de tolinho
Doido amigo e anjo
Muitos corações toco
Muitas almas alcanço
..
O meu coração bate forte
E a felicidade consigo encontrar
Quando vejo que os meus amigos
Felizes com a minha ajuda conseguem ficar
..
Não sou nenhum ser poderoso
Apenas gosto de desvendar
O que vai na alma e coração
Das pessoas que à minha roda conseguem estar
..
Eu serei sempre aquele menino
Aquela criança cheia de energia
E que dizia sempre a todos os amigos
Vamos ter um mundo cheio de alegria

Compartilhar
paulo povoa
05/11/2009

  • 3 comentários
  • 90 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados