Site de Poesias

Menu

OS PRAZERES DE UM QUINTAL

Quintal!
Quem lembra
Ou conhece sabe
Como era especial.

Pegar um sol,
Sentado na porta
Olhando pro limoeiro ou
Lendo as noticias num jornal

Levar um papo
Sem tanta explicação
Só assunto trivial
sem televisão ligada

Espiadelas,
Pelos vãos da cerca,
Na vizinhança
E nas meninas que passeiam.

Hoje não tem mais...
Só muros de dois metros
Amor de novela,
E namoro virtual.

Não tem mais a brejeirice
Da menina que desabrocha
Curtindo uma prosa,
Com os amigos...
Na frente ou
No fundo do
quintal.

'A felicidade provém do íntimo,
daquilo que o Ser humano sente
dentro de sí mesmo'
Roselis V. Sass (graal.org.br)

Compartilhar
HSERPA
13/09/2009