Site de Poesias

Menu

O MEU JARDIM (SONETO)

[Ilustração não carregada]

 
 
 
 
EU SINTO A FALTA DO PERFUME
 
DAS SINGELAS ROSAS DO MEU JARDIM,
 
DA MINHA ANTIGA BICICLETA,
 
EU SINTO ATÉ A FALTA DE MIM.
 
 
FALTA ME FAZ OS QUE JÁ SE FORAM,
 
MAIS AINDA OS QUE AQUI ESTÃO,
 
FALTA ME FAZ OS QUE EU NÃO TIVE,
 
MAIS AINDA OS QUE NUNCA VIRÃO.
 
 
 
A IDOLATRIA À TRISTEZA,
 
O CORTEJO À MELANCOLIA,
 
NÃO FAZEM PARTE DA MINHA PAUTA.
 
 
APENAS RETRATO A BELEZA
 
DA VIDA, VIVIDOS EM UM DIA,
 
DOS QUAIS HOJE SINTO MUITA FALTA.
 
 
 

Compartilhar

Obra registrada. Protegida pela Lei de Direitos Autorais 9610.
Imagem extraída da internet. Autoria desconhecida.

Eu estou também: www.oharacronicas.zip.net - crônica recente: "Após o espetáculo do crescimento,
um show com mentiras"
www.oharadicasdeeconomia.com.br São Gonçalo -RJ

RICARDO OHARA
09/09/2009