Site de Poesias

Menu

TEUS AFAGOS, TEU CALOR, MEU PALADAR

[Ilustração não carregada]


Agora eu sei que gosto sente o vento
Ao afagar, sereno, o teu cabelo,
Já conheço do sol doce momento
Em que aquece teu corpo com desvelo.
 
Sei da intenção das águas do chuveiro
Ao escorrerem pela cútis tua
E se envolverem no teu corpo inteiro
Encharcando-te toda a pele nua.
 
O vento, na verdade, quer afagos
As águas querem é beber-te aos tragos
E o sol quer o calor do corpo teu.
 
E sei que invejam-me todos agora,
Pois ficam na intenção a toda hora,
Enquanto tenho-te nos braços meus!
 
 
Oldney Lopes©

Compartilhar

Brumadinho/MG - agosto de 2009

Oldney Lopes
23/08/2009