Site de Poesias

Menu

O silêncio que morou em mim...

 
O silêncio que morou em mim...
Teresa Cordioli
 
Aquele silêncio que guardei só pra mim
Foram décadas de sofrimento e de dor
Que os dividi apenas com os querubins
Em momentos de oração e louvor...
 
Hoje, minha voz soa forte sem temor
Para que ela alcance até os confins...
Junto com outras e sem fazer terror
Luta para colocar no meu silêncio, fim.
 
O silêncio que morou em mim voou
N’asas de um anjo foi pra outro jardim
Onde um novo morador ele abraçou...
 
Para que reflita em e o quanto pecou
Fazendo-o lembrar quantas foram enfim
Ouvindo-as em coro “Tua festa acabou”...
 
 
 

 

Compartilhar
Teresa Cordioli
23/08/2009

  • 5 comentários
  • 928 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados