Site de Poesias

Menu

Beleza Intocável

Tanta beleza – tu não és humana
Sei que em ti vive um espírito superior
Que de tanta superioridade
Não posso ser digno para contemplar seu viver.
Por quem suspiras de amor?
Qual Deus opera o milagre de invadir seus pensamentos?
E eu, um mero mortal,
Vivo na imensidão da insignificância de sua atenção.
Compartilho comigo mesmo a triste alegria de te amar
Desfrutando friamente de meu sentimento individual
Por ti, ingrata do amor,
Soberba de sua beleza.
Seus lindos lábios, quero beijar
Seu amor, a Deus vou rogar.

Compartilhar
Renato Alves
04/08/2009

  • 3 comentários
  • 780 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados