Site de Poesias

Menu

Pássaro cativo

Cante - ó, pássaro cativo
- Uma canção de pedido
Por detrás da cela fria,
Sem ter culpas, sem ter crime.

Cante - ó, pássaro sozinho,
Distante do velho ninho
- Cante! Mesmo que a vida
Perca pra ti o sentido.

Cante - ó, pássaro bendito
- Das mãos malditas o castigo:
Da sorte tão linda que tinhas
A sorte da vida lhe tiram.

Compartilhar
Lucileide Flausino Barbosa -(Lúcio Barbosa)
28/04/2004

  • 0 comentários
  • 59 visualizações neste mês
  • © Todos os direitos reservados