Site de Poesias

Menu

Nos Trilhos da Vida - Parte 3

[Ilustração não carregada]

Leia as partes 1 e 2

... tudo que eu via,
tudo que eu sentia começava a fazer sentido,
sentia a felicidade dos outros,
sentia a tristeza e outros sentimentos.

Sabia que era uma jornada,
tinha que estar preparado,
tinha que estar pronto para sentir mais,
queria sentir e entender,
encontrei pessoas,
encontrei estranhos e conhecidos,
tudo era válido,
comecei a ler em minha poltrona,
lia sobre a vida,
sobre contos e mentiras,
ria, chorava e absorvia.

O trem continuava sem parar,
muitas pessoas não faziam nada,
somente dormiam em suas poltronas,
outras não conseguiam ficar paradas,
estavam sempre em movimento e
eram sempre requisitadas em outras
poltronas.

Eu queria percorrer outros vagões desse trem,
mas tinha medo, tinha receio de me perder,
andava somente pelo vagão onde estava minha poltrona,
pois quando me afastava ainda conseguia ver
onde estava meu número.
Olhava pela janela,
contemplava tudo,
ficava horas olhando e imaginando,
dentro de mim criavam expectativas,
criavam sonhos,
agora não são sonhos de criança,
pois já me sentia diferente.

Depois de algum tempo,
criei coragem,
disse a mim mesmo que iria conhecer outros vagões,
e em um lindo dia me levantei e fui,
curiosidade,
tudo diferente,
pessoas diferentes,
gestos e gostos que eu não conhecia,
tinham cheiros ruins,
tinham pessoas ruins,
e em algumas janelas desse vagão,
a paisagem não era tão bela quanto a de outras,
algumas tinham nuvens negras passando,
outras via escuridão,
tive medo,
tive receio de não conseguir voltar
ao meu vagão e à minha poltrona,
passara-se muito tempo e então resolvi voltar,
olhei para os lados e não sabia para onde ir,
até que .....


Continua em breve ....

www.adilsoncosta.com

Compartilhar

.... e a vida vai surgindo .... Escrit

"Adilson Costa"
23/07/2009