“Um vazio cheio de adeus...”